Dedé e os Tubarões

18 de junho de 2015

dede-e-os-tubaroes-alessandra-roscoe-leo-cunha-8566357442_600x600-PU6eaa0360_1

Estamos terminando de ler.

Sim, estamos, porque se um livro pode ser escrito a quatro mãos pode também ser lido com quatro olhos (seis, no caso – tô adorando meus óculos de vista cansada).

Pedro lê um capítulo; eu leio seguinte.

Como são curtos, escritos em fontes grandes, Pedro se anima a ler em voz alta alternando comigo.

Cada final de capitulo convida à leitura do próximo, como num bordado.

Dedé e os tubarões é todo construído com vocabulário simples. Leve. Isso faz com que a história corra livre, divertida, sem interrupções estilísticas ou mensagens educacionais.

Taí a receita de boa literatura, que Alessandra domina como poucos autores hoje em dia. Ela sabe que a melhor mensagem da literatura é a própria literatura. A história pela história.

Mais uma deliciosa leitura com o carque do meu coração.

IMG_4188